Lula inaugura Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou nesta tarde (7), a expansão do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes). Localizado na Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro, o complexo vai ampliar a capacidade de pesquisa da Petrobras e de universidades brasileiras.

O presidente chegou ao Cenpes no começo da tarde e, na companhia de engenheiros e do presidente da Petrobras, Jose Sérgio Gabrielli, percorreu as instalações do complexo. Em seu discurso, Lula falou da importância da expansão do Cenpes para o desenvolvimento do País e fez um balanço das ações do governo na área de Ciência e Tecnologia. “O centro dá a vocês o direito de dizer ao mundo que o Rio de Janeiro é uma cidade e um estado tecnológico, porque é aqui onde está o maior centro de pesquisa da Petrobras e do Hemisfério Sul”, disse o presidente, acrescentando que se sente satisfeito por ter cumprido tudo aquilo o que lhe foi proposto no setor gerando emprego e renda do País. “Se tivesse que morrer agora, morreria feliz”, concluiu.

Com a ampliação, o atual complexo da Petrobras ocupará mais 300 mil m2. O Centro conta com dez novas alas de laboratórios, sendo cinco destinadas a atender exclusivamente às demandas do pré-sal. O espaço ainda tem laboratórios destinados à Biotecnologia, fertilizantes e bicombustíveis, além de recursos de água e petroquímica.

“A Petrobras avançou e irá crescer ainda mais. Essa ampliação é uma resposta às necessidades dessa evolução. O Cenpes vai criar novos desafios para a geração de conhecimentos em diversas áreas”, destacou o diretor de Exploração de Petróleo da Petrobras, Carlos Tadeu da Costa Fraga, em entrevista ao Portal Amazônia.

A obra de ampliação do Cenpes gerou cerca de seis mil empregos diretos e 15 mil empregos indiretos.


Cerimônia de inauguração da expansão do Cenpes, no Rio de Janeiro.
Foto: Andrezza Lifsitch/Portal Amazônia

Ampliação O Centro de Pesquisas e Desenvolvimento agrega técnicas de construção aliadas à sustentabilidade e ecoeficiência com instalações inovadoras. O Núcleo de Visualização Colaborativa (NVC), por exemplo, conta com ambientes para desenvolvimento de estudos e projetos com simulação tridimensional. Nele, pesquisadores poderão trabalhar remotamente no NVC e em outros locais, como se estivessem imersos dentro do modelo estudado. Instalações do Cenpes.


Instalações do Cenpes. Foto: Agência Petrobras

Matéria publicada originalmente no Portal Amazônia

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under notícias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s