Há um ano cheia do Rio Negro atingia marca histórica de 1953

MANAUS –  Há exatamente um ano, o Rio Negro atingiu a cota da maior cheia que já havia sido registrada em Manaus. Na manhã de quarta-feira, 24 de junho de 2009, o nível chegou a 29,69 metros, a mesma marca anotada em 1953. Cinco dias depois, o rio subiria ainda mais e atingiria a marca histórica de 29,75, registrando a maior cheia de todos os tempos, desde que começou a medição pelo Serviço Geológico do Brasil.

A cheia causou transtornos aos moradores da capital amazonense que vivem às margens do Rio. São Raimundo, Santo Antônio, Glória, todos na zona Oeste, e Educantos, na zona Sul, foram os bairros mais afetadas. Ruas e avenidas do centro histórico ficaram alagadas.

Veja as fotos da cheia de 2009

No dia anterior à marca histórica, o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (IMTT) interditou a avenida Eduardo Ribeiro – uma das principais vias de Manaus – no trecho entre  a avenida 7 de Setembro e a rua Marques de Santa Cruz, em frente ao Porto de Manaus, no Centro da cidade.

A medida emergencial foi tomada depois que a água do rio Negro chegou à avenida Eduardo Ribeiro através das galerias pluviais provocando inundação na área do Relógio Municipal.

Nas áreas alagadas, passarelas de madeira foram usadas para o acesso dos moradores. Em algumas áreas onde elas não foram construídas, o jeito foi entrar na água. “Venho com calção de casa, com minha roupa pendurada. Tenho um amigo que mora ali em cima. Troco de roupa na casa dele e vou trabalhar. Na volta, faço a mesma coisa”, disse na época, o porteiro Luiz Carlos Freitas.

Veja fotos de uma das Ruas da Manaus Moderna há um ano atrás, quando o Rio Negre atingiu a cota de 1953:


Foto resgistrada em 24 de junho de 2009 –  Manaus Moderna, Centro de Manaus.
Foto: Gláucia Chair/ Portal Amazônia


Foto resgistrada nesta quarta-feira, 24 de junho de 2010 – Manaus Moderna, Centro de Manaus.
Foto: Andrezza Lifsitch/ Portal Amazônia

Ao todo, 18 mil pessoas foram atingidas pela cheia na capital do Amazonas, segundo números da Defesa Civil do município.

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under notícias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s