Rede Amazônica implanta programação regionalizada em quatro estados do Norte

MANAUS – Mais de 1 milhão de dólares está sendo investido pela Rede Amazônica de Rádio e Televisão na instalação de geradoras de sinais via satélite para os estados do Acre, Amapá, Roraima e Rondônia, que compõe a rede da emissora. As capitais vão gerar conteúdo para o interior do próprio estado, com programação específica. O projeto recebe o nome de “Estadualização” e está na fase de instalação de estações em algumas localidades.

O Amapá foi o primeiro estado a ter 100% de cobertura regionalizada. A previsão é que até o fim deste mês sejam finalizados os trabalhos de instalação de receptores no estado do Acre. Rondônia deve receber a receptora a partir do mês de junho, e em seguida Roraima. A intenção é que antes da Copa de 2014 todos os estados cobertos pela Rede Amazônica estejam recebendo sinal diretamente via satélite.

Até a implantação do projeto, todos os estados cobertos pela Rede Amazônica recebiam sinal via satélite produzido em Manaus.

De acordo com o diretor de tecnologia da Rede Amazônia, Nivele Daou, cada cidade passou a ser conectada com a geradora que representa o seu estado. O conteúdo produzido pelas geradoras dos estados de Roraima, Rondônia, Amapá e Acre serão produzidos em suas próprias capitais.

No modelo antigo, as cidades não contavam com um veículo capaz de dar unidade aos Estados. “Com a Estadualização, os estados passaram a ter essa condição. Agora eles podem desenvolver políticas estaduais, modelos econômicos que possam atender a todos, além de tornar possível uma prática jornalística que tenha acesso a qualquer região do estado. Isso é uma integração que antes não existia”, destaca Nivele Daou.


Estrutura utilizada antes da implementação da “Estadualização: Os estados cobertos pela Rede
Amazônica recebiam sinal produzido em Manaus. Arte: Portal Amazônia

Conforme o diretor, o que acontecia era que, politicamente e comercialmente, os municípios desses estados acabavam não tendo contato com a capital.  “Se houver a necessidade de realizar uma campanha de vacinação, por exemplo, será possível fazer.  O próprio governo do Estado coordena a ação e todos os municípios passam a receber a informação”, explica.

Para o diretor de jornalismo da TV Rondônia, Nonato Neves, a implementação do projeto aumentará a abrangência dos telejornais produzidos no Estado. “O sinal da TV Rondônia vai chegar a várias localidades, isso é ótimo porque os nossos telejornais serão assistidos por moradores de localidades distantes. Assim, a TV Rondônia cobrirá ainda mais o Estado com muito mais informação”, destaca Neves.

O diretor geral de jornalismo da Rede Amazônica, Milton Cordeiro, destaca que a partir de agora a emissora estará conectada com todas as outras regiões da Amazônia. “A grande vitória do projeto é que estaremos mostrando nos interiores dos estados o que de fato acontece na capital”.


Com a Estadualiação, cada estado produzirá conteúdos que serão disponibilizados para os municípios.
Arte: Portal Amazônia

A estrutura e investimentos necessários para a implementação começaram a ser estudados há cerca de quatro anos.  Em 2009, a empresa deu início à implementação do projeto. Segundo Nivele, somente a partir do ano passado, quando foram colocados no mercado equipamentos mais avançados,  a empresa deu inicio à compra e a finalização do projeto.  (AL)

 http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?pag=old&idN=104400

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under notícias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s